Contacts

92 Bowery St., NY 10013

thepascal@mail.com

+1 800 123 456 789

O ano de 2001 marcou um momento crucial no panorama económico de Moçambique com a criação da Associação dos Produtores de Açúcar de Moçambique (APAMO). A APAMO foi criada para fazer face à evolução da indústria açucareira. Em meados da década de 1990, o Conselho de Ministros autorizou o Instituto Nacional do Açúcar a desenvolver uma estratégia de reabilitação. O instituto restaurou quatro dos seis engenhos de açúcar.
As circunstâncias climatéricas ideais de Moçambique levaram ao crescimento da indústria da cana-de-açúcar, atraindo investimento e atenção de entidades locais e internacionais.
À medida que a indústria crescia, o mercado revelava muitas oportunidades. No entanto, o nível de desafios enfrentados na cadeia de valor da produção do açúcar levou à criação da associação por um grupo de empresas experientes na indústria açucareira com apetência por este sector em Moçambique, por verem o seu investimento como um mecanismo que não só definiria a indústria açucareira, mas, acima de tudo, impulsionaria a nação para um crescimento socioeconómico inclusivo e sustentável.

A sua missão continua inequívoca: defender o desenvolvimento sustentável do sector do açúcar.
A APAMO imagina um futuro onde o cultivo da cana-de-açúcar coexiste harmoniosamente com a preservação ambiental, onde as comunidades locais prosperam através de parcerias significativas e o açúcar de Moçambique ganha proeminência no mercado global.

variedades de cana